Parse error: syntax error, unexpected T_FUNCTION, expecting ')' in /home/storage/d/fd/39/yolandaforghieri/public_html/WordpressPsico/wp-content/themes/sahifa/functions.php(33) : eval()'d code on line 2
Desenvolvimento Moral Piaget - Psicoloucos

Desenvolvimento Moral Piaget

Desenvolvimento Moral Piaget – Para Piaget o Desenvolvimento Moral é dividido em 3 fases (anomia, heterônoma, autônoma). Essas fases se sucedem sem constituir estágios propriamente ditos. Vamos encontrar adultos em plena fase de anomia e muitos ainda na fase de heteronomia. Poucos conseguem pensar e agir pela sua própria cabeça, seguindo sua consciência interior.

ANOMIAA: negação
NOMIA: regra, lei
HETERONOMIAA lei, a regra vem do exterior, do outro AUTONOMIACapacidade de governar a si mesmo

Desenvolvimento Moral – Anomia

Geralmente a moral não se coloca, com as normas de conduta sendo determinadas pelas necessidades básicas. Porém, quando as regras são obedecidas, são seguidas pelo hábito e não por uma consciência do que se é certo ou errado. Na fase de anomia, natural na criança pequena, ainda no egocentrismo, não existem regras e normas. O bebê, por exemplo, quando está com fome, chora e quer ser alimentado na hora. As necessidades básicas determinam as normas de conduta. No indivíduo adulto, caracteriza-se por aquele que não respeita as leis, pessoas, normas. Na medida em que a criança cresce, ela vai percebendo que o “mundo” tem suas regras. Ela descobre isso também nas brincadeiras com as criança maiores, que são úteis para ajudá-la a entrar na fase de heteronomia.

Desenvolvimento Moral – Heteronomia

Há apenas o respeito à autoridade. Não há consciência, nem reflexão, apenas obediência.

O certo é o cumprimento da regra e qualquer interpretação diferente desta não corresponde a uma atitude correta. Um homem pobre que roubou um remédio da farmácia para salvar a vida de sua esposa está tão errado quanto um outro que assassinou a esposa, seguindo o raciocínio heteronômico.

A responsabilidade pelos atos é avaliada de acordo com as conseqüências objetivas das ações e não pelas intenções. O indivíduo obedece as normas por medo da punição. Na ausência da autoridade ocorre a desordem, a indisciplina.

Desenvolvimento Moral – Autonomia

Legitimação das regras. Aqui o indivíduo adquire a consciência moral, possui princípios éticos e morais. Na moralidade autônoma, o indivíduo adquire a consciência moral. Os deveres são cumpridos com consciência de sua necessidade e significação. Possui princípios éticos e morais. Na ausência da autoridade continua o mesmo. É responsável, auto-disciplinado e justo. A responsabilidade pelos atos é proporcional à intenção e não apenas pelas conseqüências do ato.

O respeito a regras é gerado por meio de acordos mútuos. É a última fase do desenvolvimento da moral.

ANOMIABagunça
Devassidão
Libertinagem
Dissolução
HETERONOMIAMedo
Autoritarismo
Imposição
Castigo
Prêmio
Respeito unilateral
Autocracia
Tirania
AUTONOMIACooperação
Amor
Respeito mútuo
Afetividade
Livre-arbítrio
Democracia
Reciprocidade
Lei Causa e Efeito
Você não está autorizado a visualizar esta parte
O campo App IDotherwise your plugin won't work.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Plugin dos mesmos criadores deBrindes Personalizados :: More at PlulzWordpress Plugins